Você sabe quais são as três doenças mais comuns em cães?

Os cães sempre fizeram parte da vida das pessoas. Cada vez mais é comum ver uma família que possui um cachorro pra chamar de seu. E o que muita gente não sabe é que eles são mais parecidos com nós, humanos, do que a gente pensa. E por causa dessa semelhança, é comum que nosso pet tenha doenças que são bem familiares para nós.
Veja abaixo algumas das doenças mais comuns em cães.

1- Alergia alimentar
É uma resposta do organismo a alguma substância presente em alimentos consumidos pelos cães. O incômodo da doença faz o animal se coçar tanto que acaba ferindo sua própria pele. Além disso, o cão pode desenvolver quadros gastrointestinais, como diarreia e vômito, que pode levá-lo ao óbito caso não for tratado.
Evitar comprar ração de baixa qualidade é a principal prevenção. Esses alimentos possuem corante, que causa alergia e prejudica a absorção dos nutrientes pelo organismo. Não dar banho em excesso em seu animal e trocar o comedouro de plástico pelo o de alumínio são também maneiras de prevenir a alergia alimentar.
O tratamento é simples: substitua a ração comum por fórmulas especiais. Se o cão é muito alérgico, escolha refeições caseiras, mas sempre peça orientação ao veterinário.

2- Otite
A doença é a popular inflamação de ouvido. Geralmente ela tem origem infecciosa, parasitária, fúngica ou seborreica. Caso não seja tratada, a otite pode se agravar e causar uma meningite e até uma infecção generalizada em seu cão.
Como prevenção, proteja as orelhas de seu animal durante o banho e tome cuidado com a limpeza do canal externo e, no caso dos cães, não deixe que eles passeiem com o tronco pra fora do carro para que o vento não penetre o canal auditivo. A coceira das orelhas e o balançar frequente da cabeça são os principais sintomas da otite, além de secreção amarelada e com mau odor.
A otite pode ser diagnosticada através de um exame clínico, onde se é feita uma otoscopia e, em alguns casos, uma coleta de secreção para análise. O tratamento é realizado com antibiótico no caso das otites bacterianas, antifúngicos para a otite fúngica, antiparasitários para a otite parasitária e ceruminolíticos, quando se trata de uma otite ceruminosa ou seborreica.

3- Depressão
A doença causa melancolia nos animais, que podem apresentar um distúrbio bem parecido com o da depressão dos seres humanos. Por causa da doença, o pet começa a recusar comida e brincadeiras, muda seu comportamento e fica arredio. A depressão em animais pode ser causada por separações e solidão.
Os sintomas desenvolvidos em um quadro depressivo em cães é angústia sinalizada pelo hábito de se lamberem muito. Alguns, de tanto fazer isso, ficam com feridas nas patas. Segundo vários estudos veterinários, o melhor remédio contra a depressão é levar seu cachorro para passear. Isso por que além de ser uma opção de atividade física, o laço entre o dono e o animal fica mais forte com o hábito da caminhada.

Clínica Veterinária Uberaba
Rua Uberaba, 42 – Rio de Janeiro – Grajaú

(#veterinariauberaba24h)

Converse com a nossa equipe!