Agosto Verde! Nós apoiamos!

Agosto Verde.

A Leishmaniose é uma doença que atinge muitos cães no Brasil, e por isso, é comum que alguém conheça algum cachorro que já foi infectado pela doença. Também conhecida como calazar, a leishmaniose é uma zoonose, ou seja, pode afetar animais e humanos. A transmissão da doença acontece através da picada do mosquito-palha, que geralmente está presente em regiões quentes e úmidas.

Sintomas da Leishmaniose
Na verdade, os cães infectados não costumam apresentar sintomas. Por isso, apenas um exame específico poderá revelar se o pet está ou não com leishmaniose. Mas, nos casos em que há sintomas, são eles:

  • Enfraquecimento do pelo;
  • Apatia;
  • Perda de peso;
  • Ferida no focinho, orelhas e região dos olhos;
  • Crescimento intenso das unhas.

Tratamento
Somente um remédio é liberado para o tratamento da leishmaniose nos dias de hoje. E além do medicamento, é muito importante cuidar dos problemas do cão causados pela doença, como as feridas de pele e perda de peso.

Prevenção
A melhor maneira de prevenir a doença é através da vacina. O cão deve ser imunizado em 3 doses, com intervalo de 21 dias. O reforço anual deve ser realizado a partir da primeira data de vacinação.

Além disso, é recomendado a higiene dos ambientes e o uso de repelentes nos animais.