Dúvidas sobre banho e tosa no inverno?


O banho no inverno é tão necessário como em outras estações? 
Devo agasalhar o meu pet? 

Dúvidas como essas devem ser frequentes na vida dos tutores de cães, e principalmente dos mais peludos. 

Primeiramente, entender a frequência com que o cão necessita de banho e tosa também é importante. Devem acontecer de acordo com a rotina de cada bicho e o ambiente em que convive.  Em casos mais gerais, recomendamos que os banhos aconteçam com um intervalo de, no mínimo, 7 dias. Existem variações e especificações para cada animal. Os animais que vivem em apartamento, por exemplo, tendem a tomar seu banho com menos frequência comparado aos que têm uma rotina ao ar livre. Neste casos os banhos são semanais ou quinzenais. Em intervalos menores que estes, devem ser feitos somente com recomendação terapêutica.

Mas no inverno, especificamente, surge a seguinte dúvida: Deixar o pelo crescer para protegê-lo do frio, ou tosar o animal?

Os animais mais peludos, possuem o pelo como uma proteção natural contra o frio. Eles podem ser tosados no inverno, mas como estão acostumado com o calor natural deles, podem ficar mais vulneráveis em temperaturas mais baixas. Para que isso não aconteça, os tutores podem utilizar roupas para proteger seu bichinhos dessa época do ano, mas devem se atentar ao contato da roupa com o pelo, pois pode causar alergias cutâneas. Após o banho, o ideal é utilizar roupinhas com tecidos sintéticos para evitar uma possível dermatite, alergia e entre  outros. Além de fazer o uso de agasalhos adequados, ainda é necessário fazer a higienização da roupa. Ter mais opções ajuda na hora de higienizar, podendo haver um rodízio entre as roupinhas. Assim, você irá garantir que seu pet esteja em uma temperatura agradável e poderá variar nas combinações 😉